Busque por um post

11 de novembro de 2021 | Dicas e informações

Gestão de projetos de engenharia: 4 dicas valiosas!

#

A gestão de projetos de engenharia é parte fundamental do início, meio e fim de uma obra, mas como realizá-la com excelência? Leia este artigo e acompanhe quatro dicas sobre o tema!

Índice

Pode até parecer óbvio, mas todo projeto deve ter um início (onde as atividades primárias são realizadas de acordo com a prioridade), meio (momento em que o trabalho começa a ganhar forma e considerar especificações) e final (etapa em que é necessário reavaliar alguns pontos determinantes).

Pois bem, por mais simples que a descrição acima possa parecer, questões como delimitação de tempo do projeto, aquisições, custos, cronograma e escolha de metodologia a ser utilizada ainda são muito frequentes dentro da gestão de projetos de engenharia.

Pensando nisso, separamos este conteúdo com quatro dicas que irão otimizar o gerenciamento do seu projeto. Continue lendo e saiba mais!

O que é gestão de projetos?

De forma direta, a gestão de projetos nada mais é que um processo criado para auxiliar uma equipe e/ou empresa a alcançar metas e objetivos dentro de um tempo determinado.

No campo da construção civil, por exemplo, a execução de tarefas fora do prazo costuma ser um grande empecilho, pois além de impactar a data de finalização da obra, imprevistos como esses podem afetar a qualidade da entrega final, o que não deve acontecer de maneira alguma.

Nesse caso, a gestão de projetos de engenharia existe para desenvolver uma metodologia capaz de otimizar tudo o que tange uma obra, como seus profissionais, controle e compra de recursos, planejamento, dentre outros.

Para isso, os pilares da gestão de projetos no ramo da engenharia civil são:

  • qualidade e tempo hábil para tomadas de decisão;
  • análise de dados e planejamento;
  • comunicação eficiente;
  • gestão de conflitos;
  • seleção e metrificação dos indicadores de performance.

As principais etapas de um projeto de engenharia civil

Para que fique clara a importância da gestão de projetos de engenharia, é necessário salientar alguns pontos em relação a cada etapa que uma construção atravessa antes de ser finalizada.

A reunião de briefing com o cliente costuma dar o pontapé inicial ao trabalho, pois é aqui que as informações entre os desejos do contratante e a complexidade da edificação se cruzam.

Feito isso, o estudo do terreno vem logo em seguida. É necessário avaliar o local e mapear suas principais características por meio do estudo de fatores como:

  • topografia;
  • níveis do solo;
  • interferências externas naturais;
  • altura do lençol freático;
  • limites da edificação;
  • ação e impacto dos ventos;
  • terrenos e construções vizinhas;
  • necessidade de drenagem;
  • dentre outros.

Depois, vem a verificação das normas e legislações municipais vigentes, pois o projetista deve estar atento às especificações da ABNT BR que controlam as disciplinas de um projeto. Outras regras, como a 6118 para concreto armado, 5410 para as instalações elétricas e 5626 para projetos hidráulicos, possuem particularidades sobre cada situação e necessidade de uma obra.

Antes de iniciar a parte prática, o engenheiro de instalações deve ter conhecimento sobre a estrutura de base do projeto, considerando as necessidades de cada cômodo e os limites de segurança da edificação.

Modelagem, dimensionamento, análise e detalhamento do projeto de engenharia vêm em seguida e, de forma resumida, fazem com o que a obra saia do papel e comece.

Por fim, a compatibilização dos projetos faz com que potenciais erros sejam evitados e garante a entrega da obra no prazo determinado sem custos extras.

A importância da gestão de projetos de engenharia

Por definição, projeto significa um esforço temporário empreendido para criar um produto, serviço ou resultado único. Logo, cada um possui sua complexidade e segue estratégias diferentes para chegar à conclusão.

Partindo desse ponto, a gestão de projetos de engenharia é importante para que existam as seguintes definições:

  1. Trabalho a ser feito: aqui é criado um pré-projeto;
  1. Organização das prioridades: os primeiros passos são dados hierarquicamente;
  1. Alocação de recursos: de acordo com a etapa dois, é onde será necessário empreender maiores investimentos para a execução das atividades definidas de forma hierárquica;
  1. Cronograma: definição dos prazos.

A partir da lista acima é possível agregar e incluir outros elementos aos projetos. Portanto, o gerenciamento é fundamental para assegurar a realização de um projeto de acordo com seu planejamento, especificações e objetivo.

Dicas para uma gestão de projetos de engenharia de sucesso

O gerenciamento dos projetos de engenharia é uma das principais formas de viabilizar a otimização do trabalho e das rotinas desse segmento. Levando em consideração a ideia de otimização, automação de tarefas e a peculiaridade que cada tarefa possui, algumas formas de desempenhar uma gestão de projetos de sucesso na engenharia civil são:

1 –  Criar o cronograma com atenção

O cronograma da obra é elaborado após a delimitação do escopo do projeto. Isso significa que quanto mais assertivo o projeto for, mais preciso o cronograma tende a ser.

Então, sempre considere o escopo do projeto, suas especificações e trabalhe com expectativas realistas partindo de obras de referência, delimitando prazos para cada etapa.

2 – Alinhar expectativas com o cliente/stakeholder

Quem financia um projeto tende a fazer interferências durante o processo de execução, mas dependendo da frequência essa atitude pode ser prejudicial.

A melhor forma de ficar apenas com a parte positiva disso é realizar a gestão de stakeholders, que é basicamente manter contato para atualizar acerca do andamento da obra.

3 – Elaborar planos de ação

Monitorar os riscos de falhas no projeto só traz benefícios. Isso porque se alguma iminência for localizada, é possível se antecipar e corrigi-la rapidamente sem grandes problemas.

Além disso, também é uma oportunidade para identificar caminhos que possam acelerar o andamento da obra ou mesmo economizar recursos.

4 – Usar um software de gestão

Essa dica não poderia ficar de fora da lista! Um sistema de gestão oferece uma visão detalhada de cada área, informações e dados do projeto a fim de facilitar as tomadas de decisão.

Outro ponto é que o software automatiza processos rotineiros, como os que citamos acima, oferecendo agilidade e maior produtividade interna. E ainda é possível ter uma visão de dashboards, com gráficos para análises quantitativas e qualitativas, permitindo um olhar mais crítico que facilita o rumo do projeto.

Está pronto para levar a sua gestão de projetos de engenharia a outro nível? Então conheça as vantagens de um software como o Abas Online!

Posts recentes

Imagem de pessoa analisando relatórios com gráficos ilustrando o processo de prestação de contas do condomínio

Prestação de contas do condomínio: 3 dicas para fazer na prática

A prestação de contas do condomínio é um dos pilares de uma gestão transparente. Assim…

Imagem de pessoa digitando em laptop para ilustrar como importar e exportar dados no software Abas Online

Importar e exportar dados no Abas é muito simples!

Importar e exportar dados no Abas Online é muito simples e útil no dia a…

Gestão de condomínos

Gestão de condomínios: como usar a tecnologia para otimizá-la

A gestão de condomínios passou por mudanças significativas nos últimos anos e hoje tem a…

Quer saber mais como Abas Online, pode te ajudar nos seus desafios?!

Receba um contato da nossa equipe para saber mais detalhes.

Obrigado! Em breve entraremos em contato.

O que dizem nossos clientes

O Abas Online é uma plataforma moderna, intuitiva e flexível que atende as necessidades diárias do setor jurídico e acaba por proporcionar maior eficiência e produtividade aos procedimentos internos. Importante destacar que o atendimento e suporte técnico ao cliente são excelentes.

Letícia Azevedo
Advogada da Group Software

Quer automatizar todos os processos da sua empresa?

Personalizamos todo nosso sistema à sua maneira, para impulsionar os resultados da sua gestão.

Fale com um consultor