27 de novembro de 2020 | Dicas e informações

Controle de férias

#

Finalmente chegaram as férias, tempo de curtir a liberdade, se divertir e renovaras energias! Para o colaborador de uma empresa,o período de férias é um momento muito aguardado,com diversos planos na cabeça e muita expectativa para este período, mas para a empresa, nem tanto.

Muitas pessoas que não tem contato com a área de Departamento Pessoal e/ou Recursos Humanos, quando ouvem alguém dizer a palavra FÉRIAS, pensam rapidamente em uma viagem, aquela visita aos parentes que não tem tanto contato(principalmente aqueles parentes que moram perto da praia \o/) e até mesmo, pensam em um período de descanso para a mente. Muitos não sabem das dezenas de regras e obrigações que estão atreladas as Férias por parte da empresa, vamos citar alguns pontos interessantes para que vocês possam ficarem por dentro:

  • Período Aquisitivo: É o prazo de 12 meses que o colaborador precisa cumprir para ter direito ao gozo das férias.
  • Período Concessivo: É o prazo de 11 meses que a empresa tem para definiras férias do colaborador após ele completar o período aquisitivo.
  • Abono Pecuniário: É a venda de do período das férias pelo colaborador.
  • Prioridade das Férias: De acordo com a CLT a época de concessão das férias será a que melhor consulte os interesses do empregador.
  • Data de início das Férias: O início das férias não podem iniciar no período de dois dias que antecede feriado ou dia de repouso semanal remunerado(Domingo).
  • Pagamento das Férias: Este deve ser feito em, no mínimo, dois dias antes da saída de férias do colaborador.

Além destas regras, temos várias outras que precisam de atenção, principalmente no tocante a Convenção Coletiva, onde cada sindicato costuma incluir algumas regras que não estão inclusas na CLT. É interessante saber que, o não cumprimento das diretrizes a respeito das férias,implicam em multa e também em autuação pelo Ministério do Trabalho, o que pode dar uma bela dor de cabeça para os dirigentes da organização.

E como evitar toda esta dor de cabeça, e de quebra, ser referência no tocante ao controle das férias de toda a organização? Simples, basta seguir alguns passos básicos! Podemos citar:

1. A criação de uma Política de Férias dentro da empresa é ter agilidade!

Apesar de afirmar que a data de gozo das férias do colaborador seja aquela em que é interessante para a empresa, o colaborador deve ter um conhecimento de quais datas ele pode pleitear, isso agiliza o processo de negociação, tanto para o funcionário, como também para a empresa.Nada pior do que aquele vai e vem de e-mails para chegar em um consenso.

2. A criação de um Controle de Férias é fundamental:

Como dito anteriormente, as férias dependem de dois períodos: Aquisitivo e Concessivo. Se o DP ou o RH da empresa não manter um controle sobre estes períodos, as férias estarão fadadas ao esquecimento e,consequentemente, o aumento do custo com o pagamento de multas.Nada de pedir para assinar recibo com data retroativa, isso só piora a situação com a vinda do eSocial.

3. Planejar com antecedência te traz segurança.

Saber, com antecedência, quando um colaborador sairá de férias, por incrível que pareça, é algo pouco comum atualmente. Quando se planeja antecipadamente, a empresa tem a oportunidade de se preparar para aquele custo que terá com a saída do colaborador, sem contar que é muito tranquilo um processo de substituição para aquele posto quando se tem tempo para buscar um profissional qualificado para ocupar este lugar temporário.

E como colocar isto em prática? Muitas empresas utilizam controles de férias pelo Excel, outras confiam em agendas. Isso é algo que aconselhamos? Não!

Quando se faz um controle de férias pelo Excel, por exemplo, corre-se o risco de deixar de avisar das férias de um determinado colaborador para o seu gestor; o aviso de um colaborador pode se perder naquele emaranhado de e-mails enviados para colher ciência do período de férias. Isso é culpa do DP/RH? Muitas das vezes não!

Isso é típico da falta de ferramentas de controle, pense só, demos as dicas de 3 regras importantes: Criar uma política de Férias, Criar um Controle de Férias e Planejar com antecedência. É possível fazer todos estes passos com apenas uma ferramenta? Hoje eu posso afirmar que sim!

Atualmente o Abas consegue integrar todos estes itens em um lugar só! Você consegue fazer um controle conciso das Férias, Divulgar para os envolvidos e/ou aqueles em que você acredita ser prudente. É possível darão Gestor de cada área o poder de controlar as férias apenas da equipe dele,e o DP/RH recebe um comunicado de quando as férias serão concedidas. Além disso, você ainda pode fazer uma gestão compartilhada com os gestores e o time do DP, assim todo mundo que está envolvido no processo fica conectado e a gestão fica muito melhor.

O que dizem nossos clientes

O Abas nos proporcionou um ganho de produtividade substancial, a integração das informações, as inúmeras possibilidades de customização das ferramentas, aliada a integração de toda a equipe na plataforma em nuvem, tornou-se uma ferramenta/software indispensável para a gestão da nossa empresa.

Fabio Leoli
CEO da Holdcon Condomínios

Foto depoimento

Quer automatizar todos os processos da sua empresa?

Personalizamos todo nosso sistema à sua maneira, para impulsionar os resultados da sua gestão.

Fale com um consultor